Wincode, S.A. » Programa para Gestão da Produção

 

Programa para Gestão da Produção

Principais Funcionalidades
Base de dados integrada com o programa de Gestão Administrativa.
Ligação da encomenda do cliente com a área de produção.
O funcionário recebe a informação e abre a ficha de obra/ordem de produção.
Associar a cada registo de obra anexos em formato digital.
Na ficha de Obra o preparador vai associando os materiais a utilizar.
Os funcionários marcam os tempos de cada operação nos terminais de “touch”.
O programa automaticamente efetua a entrada e saída do material, peças produzidas ou matérias-primas utilizadas no fabrico.
Listagens de mapas para analises das encomendas pendentes, estatísticas de tempos, eficiência, etc
Tecnologia “touch screen” nos postos de trabalho.
A partir de
p/consulta

O que faz o programa?

  • Base de dados detalhada e integrada com ERP (Programa de faturação, Vendas, Compras, etc.) utilizando as mesmas fichas de materiais, clientes, fornecedores, etc.
  • Ligação da encomenda do cliente com a área de produção, através do conceito de “plano de produção”, o operador administrativo/escritório, informa a produção da confirmação de encomenda.
  • O funcionário de produção recebe a informação e abre a ficha de “obra/ordem de produção”, que fica em estado de “aguardar preparação”, nesta fase o preparador vai verificar existências, disponibilidade dos funcionários, das máquinas e equipamentos, etc.
  • É possível associar a cada registo de obra um ou mais anexos em formato digital (.PDF, .XLS), onde habitualmente se anexa o desenho técnico da peça, a imagens, programa CNC, certificados, etc.
  • Na ficha de Obra o preparador vai associando os materiais a utilizar, as operações as executar para efetuar, os equipamentos a utilizar, os tempos esperados, etc. Ficando a ficha em estado de “aguardar produção”.
  • Logo que o funcionário na máquina, marca o início de uma operação na obra esta entra em Estado de “Em Produção”, os mesmos funcionários marcam os tempos de cada operação nos terminais de “touch”, a colocar na fábrica.
  • No final quando se fecha a obra, o programa automaticamente efetua a entrada em stock do material ou peças produzidas e efetua também a saída das matérias-primas utilizadas no fabrico.
  • No percurso, varias consultas e análises podem ser feitas para consultar os estados de cada registo, os tempos gastos, as matérias-primas gastas, as peça produzidas, etc.
  • O software a instalar nos terminais de recolha de tempos pode ser em tecnologia “touch screen”, tornando mais fácil a sua utilização.
  • Rotinas integradas com as normais regras a utilizar na fabrica.
  • Produção de listagens de mapas para analises das encomendas pendentes, estatísticas de tempos, eficiência, etc.